Arquivo da tag: Humor Gráfico

História do Humor Gráfico

Obs.: Artigo ainda está em construção e em constante atualização.

A HISTÓRIA DO HUMOR GRÁFICO
Richardson Santos de Freitas

“Outra qualidade da charge é a de se constituir como instrumento de persuasão, intervindo no processo de definições políticas e ideológicas do receptor, através da sedução pelo humor, e criando um sentimento de adesão que pode culminar com um processo de mobilização”. (Rozinaldo Antonio Miani, A Charge na Imprensa Sindical: uma iconografia do mundo do trabalho, 2002)

CARICATURA

Caricatura é um retrato com distorções anatômicas e psicológicas de uma pessoa. Deriva do verbo italiano caricare, que significa carregar, sobrecarregar, carregar exageradamente. No Brasil, e em países de língua portuguesa, a expressão tornou-se um sinônimo de retratação de rosto por sua semelhança ortográfica com a palavra cara. Entretanto, a representação pode vir acompanhada do desenho do corpo.

CHARGE

Desenho humorístico relativo a fato real ocorrido. Sua característica principal está em seu conteúdo de sátira com o objetivo de criticar e denunciar acontecimentos políticos ou sociais estritamente atuais.

“Charge se constitui realidade inquestionável no universo da comunicação, dentro do qual não pretende apenas distrair, mas, ao contrário, alertar, denunciar, coibir e levar a reflexão.” (Aucione Torres Agostinho, A Charge, 1993)

CARTUM

Desenho humorístico sem vínculo necessário com qualquer fato específico. Sua origem está na palavra inglesa cartoon, que significa papel cartão, folha usada pelos artistas como suporte para fazer os desenhos. Trata de temas mais gerais e universais tornando-se assim

“atemporal, ou seja, sua compreensão pode se dar em épocas diferentes, tendo uma ‘vida útil’ muito mais longa e duradoura que a charge.” (Camilo Riani, Humor Gráfico & Publicidade – Cadê Vocês?!, 2006)

O surgimento do humor gráfico (caricatura, charges e cartuns) e das histórias em quadrinhos ainda é um objeto de estudo controverso. Não há um consenso sobre a sua origem. Algumas linhas de pesquisa regressam até o tempo das cavernas, onde os homens registravam fatos do cotidiano nas paredes. Outros apontam a sua origem como fenômeno mais contemporâneo, usado como ponto de partida o uso do balão de fala – marca registrada da linguagem – onde o texto interage com a imagem.

Esse artigo segue a linha de que o humor gráfico surgiu junto com o desenvolvimento da imprensa a partir do século XIX. Denominada inicialmente como caricaturas, com a evolução da linguagem gráfica surgem posteriormente a divisão de conceitos entre charges, cartuns, caricaturas e histórias em quadrinhos.

Continue lendo